Publicado em

Versionamento Semântico Inovar.net

Uma característica de nossas planilhas é a melhoria continua, aplicamos em cada uma de nossas planilhas uma filosofia denominada KAIZEN.

Significado de Kaizen:

Kaizen é uma palavra de origem japonesa que significa mudança para melhor, usada para transmitir a noção de melhoria contínua na vida em geral, seja ela pessoal, familiar, social e no trabalho.

E para dar melhor transparência, organização e controle sobre cada uma de nossas planilhas adotamos o Versionamento Semântico no desenvolvimento e publicação das melhorias e novos recursos lançados.

Todas as nossas planilhas adotam um número que identifica seu estado atual, isso do desenvolvimento ao lançamento.

O versionamento nos possibilita identificar claramente o que foi realizado, o que falta realizar e principalmente ajuda os usuário a identificarem se estão usando a planilha mais recente e funcional.

Exemplo de versionamento de planilhas Inovar.

  • Planilha orçamento pessoal e familiar versão 11.05.003
    A numeração 11.05.003 significa que a planilha está em sua versão 11, já a numeração 05 significa que nesta versão ganhou cinco funcionalidades, o 003 significa que foi realizada três melhorias ou correções de erros.

Essa explicação acima é bem simplista e resumida, caso queira conhecer todos os detalhes técnicos do versionamento semântico deixo ao final o link com todos os detalhes (vale a pena a leitura).

Quando você adquiri uma de nossas planilhas tem acesso a suporte técnico por um ano, também tem acesso as atualizações lançadas nesse período, o versionamento ajuda a saber se está com a versão mais recente ou não de sua planilha.

Por fim, vale salientar que quando uma planilha mudar de versão (no caso de nosso exemplo é 11) ela não será mais compatível com a versão anterior, significando que o recurso de importar dados por exemplo não é totalmente funcional. O recurso de importar dados é um recurso desenvolvido por nós que importa todos os dados de sua planilha atual para um nova versão quando lançamos uma novidade, dentro de um minuto está tudo importado para a versão mais recente.

Conteúdo citado:

Versionamento semântico – clique aqui.
Planilha controle financeiro pessoal – clique aqui.
Importação de dados em nossas planilhas (no vídeo você assiste um exemplo) – clique aqui.

 

Publicado em

Como criar um orçamento doméstico usando papel e caneta

Economia, todos querem fazer mais nem todos sabem fazê-la.
Aqui você vai aprender a economizar dinheiro em seu dia a dia aprendendo a fazer um orçamento doméstico.
Muitos acham que é impossível de acontecer, mais não é não e vamos mostrar que é possível sim economizar.
Vamos nessa?

Pra começar vou mostrar aqui como criar um orçamento doméstico usando papel e caneta caso você não tenha uma planilha.

1º – Devemos ter uma noção de quanto gastamos em cada área de nossa vida.

Por exemplo, quanto você acredita que gasta com:

  • Habitação
  • Transporte
  • Faculdade
  • Laser
  • Automóvel
  • Alimentação

Esses acima são apenas alguns exemplos, podem se encaixar em sua vida, mas com certeza não se resumem a esses. Anote todos os valores, separando por grupos como citado acima. Esse passo é importante, pois registrando os valores separados por categoria você começa a ter uma noção do que ocorre em sua vida.

2º – Devemos saber exatamente quanto ganhamos, essa tarefa parece ser mais simples, mas esconde algumas armadilhas, por exemplo você recebe o seu contracheque e nele vem o valor de 2.500,00 reais, mas esse não é o valor liquido que você recebe, existe ainda os descontos. Cuidado para não ser enganado por um valor que não recebe na prática, conte somente com o que de fato recebe, no caso o valor líquido.

3º – Junte todos os valores, mais ou menos como mostra a figura abaixo.

orçamento-pessoal

A imagem acima foi extraída da planilha de Orçamento Pessoal e Familiar, disponível aqui.

Essa foi a parte fácil do trabalho, daqui em diante é que fica mais complexo, mas é extremamente necessário que você realize o próximo passo, pois é ele que de fato garante um resultado do que fizemos até aqui.

4º – Analise periodicamente se o que você planejou no passo 1, ou seja, se o que você anotou corresponde a sua realidade, isso é feito somando por exemplo tudo que você gastou com alimentação, se seus gastos estão abaixo do que você anotou, então você conseguiu se manter dentro do que estipulou, se gastou a mais, significa que suas idéias de quanto gasta está incorreta, e você deve revisar esse grupo.

Para ilustrar trago mais uma imagem da Planilha de Orçamento Pessoal e Familiar abaixo. Esse modelo é o que considero mais adequado para uma analise, faça parecido usando papel e caneta.

comparando-orçamento
Orçamento Pessoal.

De um lado coloque quanto você orçou, e na outra coluna quanto realmente gastou. A planilha faz isso automaticamente , mas manualmente pode ser feito também.

5º – Acompanhe os resultados.
O acompanhamento de quanto se gasta deve ser periódico, o período quem define é você, pode ser semanal que é o mais indicado, mensal ou semestral, o importante é que você se mantenha gastando menos do que ganha, assim poderá aproveitar as oportunidades que surgirem, sejam investimentos, viagens, cursos ou simplesmente tendo uma vida mais tranquila.

Para facilitar o trabalho escolha uma planilha de controle financeiro pessoal,para facilitar o orçamento doméstico,  para que você possa alimentá-la  com seus gastos diários e mensais, suas contas a pagar e suas receitas.
Com essa informação você vai saber onde esta gastando mais ou onde esta devendo mais, se esta no vermelho ou não, você terá o controle de todo dinheiro que entra e todo dinheiro que sai.

Deseja conhecer a Planilha de Orçamento Pessoal e Familiar? Então clique aqui.

Espero que esta dica valiosa sirva pra você, e que suas finanças saiam do vermelho o mais rápido possível.
Até mais e Deus abençoe.

Publicado em

Matriz GUT – Saiba o que é e como ela pode lhe ajudar – Vídeos

A Administração moderna possui muitos métodos. recursos e formas de ajudar qualquer empreendedor a ser mais organizado, centrado e principalmente mais produtivo, e se você não gosta e não quer perder tempo confira mais esse artigo e descubra novas possibilidades.

Não perca tempo com coisas sem importância.

Mas afinal o que é Matriz GUT?

GUT é um acrônimo dê:

Continuar lendo Matriz GUT – Saiba o que é e como ela pode lhe ajudar – Vídeos

Publicado em

Pagamento Antecipado e Postecipado – Saiba a diferença

Você sabe a diferença entre pagamento Antecipado e Postecipado? Neste post eu vou lhe explicar. Confira!

O pagamento antecipado, como o próprio nome informa é o pagamento realizado no momento da compra, por exemplo o pagamento a vista, se você comprou e pagou na hora o pagamento é antecipado.

Já o pagamento Postecipado é o pagamento feito depois da data da compra, por exemplo se você comprou algo para ser pago 30 dias após a compra o pagamento é denominado postecipado

E os parcelamentos, como funciona?

Os pagamentos podem ser antecipados ou postecipados, vamos ver!

Uma compra (ou venda) parcelada em três vezes Antecipada fica assim:

1ª Parcela na data da compra ( como se fosse a vista).
2ª Parcela com 30 dias.
3ª Parcela com 60 dias.

É o famoso 1 + 2 totalizando 60 dias para o termino do pagamento.

Agora vamos ver o mesmo exemplo, sendo de forma Postecipada:

Data da compra com nenhum pagamento
1ª Parcela com 30 dias após a compra.
2ª Parcela com 60 dias após a compra.
3ª Parcela com 90 dias após a compra.

Nesse caso fica 0 + 3 totalizando 90 dias para o termino do pagamento.

Esse assunto pode ser estendido e aprofundado, mas o meu objetivo por hoje é explicar de forma bem simples e rápida.

Espero ter ajudado e qualquer dúvida use os comentários abaixo ou nos envie uma mensagem.

Publicado em

Planilha de analise SWOT Gratuita para clientes

A Analise SWOT é um importante recurso na gestão de negócios e na tomada de decisões, Vamos conhecer melhor seu uso e como essa excelente ferramenta pode lhe ajudar.

Assista ao vídeo abaixo para entender o funcionamento da Planilha e confira abaixo do vídeo mais informações relevantes.

Aviso: Essa planilha é entregue gratuitamente para clientes de qualquer planilha empresarial.

A Analise SWOT também é conhecida como Analise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) e é uma ferramenta usada para realizar analises de cenários empresariais, mas devido a sua facilidade de uso e aplicabilidade em diversas áreas, ela é largamente utilizada em muitas fazes da tomada de uma decisão e nos mais variados casos.

Ela é extremamente usada para posicionar ou verificar a posições estratégica da empresa diante de um cenário e diante de outras empresas.

O desenvolvimento dessa ferramenta é atribuído a Albert Humphrey e seu termo original SWOT é um acrônimo de: Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats).

Deseja conhecer mais a respeito, visite a Wikipedia no link – https://pt.wikipedia.org/wiki/An%C3%A1lise_SWOT

 

Publicado em

Como fazer dinheiro novo para você? Descubra

Algo que aprendi lendo alguns livros e estudando administração é que as vezes o desequilíbrio financeiro pode ser contornado com atitudes até simples, e é isso que tratarei agora, acho que é importante você entender bem como criar um dinheiro novo.

Vou começar trazendo um exemplo que vivi.

Lá em 2012 procurei uma planilha para gerenciar minhas finanças, até achei algumas mas não fiquei satisfeito, então resolvi criar uma, aproveitei para estudar um pouco o Excel, e ao final de alguns meses aperfeiçoando e usando a planilha acabei percebendo que tinha em mãos algo legal, e talvez, comercial.

O tempo foi passando e passando e nada de eu colocar a bendita planilha para vender (testar o mercado). Até que um belo dia eu decidi colocar em prática o conceito do dinheiro novo. Vejam o que fiz.

  • Primeiro encontrei algo que estava “parado” e que tinha potencial para gerar valor.
  • Realizei algumas adequações para que a planilha ficasse “comercial”.
  • Encontrei uma forma de distribuição.
  • Comecei a comercializar.

Dessa forma, a cada venda recebia um dinheiro novo, dinheiro que não existia nas minhas finanças habituais, mas que com uma pequena atitude começou a existir. Eis aí um dinheiro novo nas minhas mãos.

Abaixo deixo mais alguns exemplos de dinheiro novo para você se inspirar.

  • Vender algo que você faz para se divertir, isso é muito comum para hobistas.
  • Encontrar formas de economizar em algo que é usado indiscriminadamente ou em excesso, exemplo: Economizar a gasolina que é usada para ir ao trabalho, substituindo o carro por uma bicicleta. Geração saúde!
  • Usar o tempo livre para aprender algo novo que você sabe que precisará no futuro, se antecipando você pode não precisar fazer um curso caro e de última hora. Que tal um novo idioma, ou uma habilidade nova?

Resumo.

Dinheiro novo é um dinheiro criado por meio de algo que estava sendo desperdiçado, ou algo que tem potencial não utilizado para gerar valor.

Agora pense. O que está em sua volta que pode gerar esse dinheiro novo?

Sugestões? Contribua nos comentários abaixo. Ajude outras pessoas a criarem dinheiro novo.

E se precisar de ajuda na hora de administrar o dinheiro novo, basta conferir as planilhas disponíveis no site.

Publicado em

Qual a diferença entre Gasto, desembolso, investimento, custo, despesa e perda?

Hoje vou apresentar a diferença de várias nomenclatura usadas na contabilidade de custos. Confira! É muito interessante.

Gasto – É a compra de algo, pode ser produto, serviço, máquina, prédio, etc.

Desembolso – É o pagamento do gasto, para simplificar veja o exemplo:
No dia 1 você comprou uma máquina (isso é o gasto), e ficou acertado que no dia 20 você pagaria a maquina(isso é o desembolso).

Investimento – É a aplicação de recursos visando obter um retorno vantajoso futuro.

Custo – São gastos decorrentes da produção de bens ou serviços, por exemplo temos matéria prima.

Despesa – Bem ou serviço consumido direta ou indiretamente com o objetivo de obter receitas. Por exemplo a energia que é usada em um escritório contábil.

Perda – São produtos ou serviços que de forma involuntária e anormal são desperdiçados. Exemplo: Produto quebrado no manuseio, produto fora de garantia.

Tentei ser o mais direto e rápido possível, espero que tenha gostado e se tiver qualquer dúvida os comentários estão abertos, fique a vontade.

 

Publicado em

O que é e para que serve um Fluxo de Caixa

Fluxo de Caixa é uma ferramenta indispensável para gerenciamento empresarial, não importando os valores movimentados, o tamanho do negócio, ou qualquer outro fator.

A definição que mais chega próximo do que visualizo como Fluxo de Caixa é:

O Demostrativo de Fluxo de Caixa é o instrumento financeiro que permite ao administrador monitorar a evolução do equilíbrio ou desequilíbrio entre a entrada e saída de dinheiro durante um período determinado.
Possibilitando assim a adoção antecipada de medidas que possibilitem assegurar a disponibilidade de recursos para o atendimento das necessidades de caixa.

Sem um controle rígido e eficiente do seu Fluxo de Caixa você simplesmente não conseguirá tomar boas decisões.

Vou exemplificar melhor.

Imagine que você vende a prazo e também compra a prazo, e você se deparou com o Fluxo de Caixa projetado para o próximo semestre da seguinte forma:

MÊS SAÍDAS POR COMPRAS ENTRADAS POR VENDAS SALDO
SALDO INICIAL 1.000,00
Janeiro 1.000,00 500,00 500,00
Fevereiro 500,00 400,00 400,00
Março 1.000,00 600,00 0,00
Abril 1.200,00 800,00 -400,00
Maio 0,00 850,00 450,00
Juros por atraso 30,00 420,00
Junho 0,00 1.000,00 1.420,00
Saldo ao Final do Semestre 3.700,00 4.150,00 1.420,00

Como podemos analisar nesse fluxo de caixa de exemplo no mês de Abril não teremos dinheiro para pagar o valor de 1.200,00, também no mês de Abril as vendas somaram 800,00, saldo insuficiente para pagar a parcela das compras que realizamos. Além disso no mês seguinte (maio) temos que pagar os juros pelo pagamento atrasado, diminuindo ainda mais os lucros. Outro fator é que perdemos credibilidade junto aos fornecedores.

No final do semestre a projeção é de lucro, mas durante o semestre vamos ter problemas e pagaremos juros que podem ser evitados. Podemos por exemplo criar uma promoção atraente para pagamentos a vista no mês de fevereiro e março para cobrir a falta de dinheiro que antecipadamente visualizamos.

Esse é um exemplo simples, mas ilustra como é importante ter o controle preciso do Fluxo de Caixa, tanto do realizado como do projetado.

Enfim, a analise do Fluxo de Caixa serve para que você conheça a saúde financeira de um negócio, podendo assim saber quando faltará ou sobrará dinheiro, isso de forma antecipada.

Abaixo mostro uma imagem de um Fluxo de Caixa desenvolvido em Excel e vendido aqui.

A Planilha de Fluxo de Caixa oferece excelente recursos, além de um auto grau de automação, facilitando sua vida nessa tarefa tão importante que cuidar de seu negócio.

grafico-anual

Publicado em

Como atualizar Guia da pagamento do DAS

Olha eu aqui novamente, a Camila e hoje vim com mais um passo a passo para facilitar na hora de imprimir o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).
As vezes por um motivo ou outro você deixou de pagar o DAS até a data do vencimento e agora quer atualizar a data para fazer o pagamento e não sabe ou tem dificuldades em gerar outro documento,  neste post irei mostrar como imprimir o DAS atualizado.
O primeiro passo é entrar no site da Receita Federal (http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/)
Depois clicar em PGMEI
gerar das 1
Depois que você clicou em PGMEI você irá para uma página como esta abaixo, no campo CNPJ digite o CNPJ que você quer atualizar o DAS, e digite no campo abaixo os caracteres que aparecem ao lado. Todos os campos são obrigatórios.
Depois clic em CONTINUAR.
1hOs dados que digitou estando certo você irá para a pagina de emissão do DAS, passo o mouse em Emitir Guia de Pagamento (DAS) e depois clic em Atualizar Guia de Pagamento. Veja a imagem abaixo.
atualizar dasInforme a data para pagamento do DAS, neste formato 00/00/0000. E clic em Continuar.
das atu 3
Escolha o Ano-calendário, por exemplo, se eu deixei de pagar o DAS do mês 7 de 2015, vou escolher o ano 2015 para o ano-calendário. Depois clic em Continuar.
das atu 4
Agora escolha o mês ou os meses  que quer atualizar, se desejar atualizar todos os meses do ano poderá também, e não esqueça de clicar em sim ou não se esteve em benefício. Para gerar clic em Continuar Veja a imagem abaixo.
Das atualizadoVocê irá visualizar esta página com os arquivos que foram atualizados, basta clicar em Imprimir.
das atu 6
Agora é só fazer o pagamento, espero que tenha ficado claro e prático.

E para finalizar venho lhe informar que temos uma planilha que foi desenvolvida especialmente para o MEI (Micro Empreendedor Individual), com essa planilha você vai conseguir gerenciar estoque, financeiro, ter relatórios e muito mais. Clique aqui agora mesmo e confira essa excelente ferramenta de gestão.
Até a próxima.

Planilhas Profissionais em Excel

Publicado em

6 Planilha indispensáveis para seu negócio – E nós temos tudo em 1

O site Exame.com publicou um artigo bem interessante falando sobre “6 Planilha indispensáveis para o seu negócio”, e aqui irei analisar o que eles indicam comparando com a solução que desenvolvemos para micro, pequenas e médias empresas.

Temos a certeza que não existe nada tão completo, simples e eficiente em termo de Planilhas em Excel. A nossa solução é realmente profissional e idealizada dentro dos princípios contábeis e administrativos vigentes.

Confira abaixo!

Escute a transcrição desse artigo clicando abaixo.

Na reportagem o autor começa falando um pouco sobre Despesas, receitas e lucro. Mas de antemão lhe informo que cerca de 85% das micro e pequenas empresas NÃO SABEM SE ESTÃO TENDO LUCRO OU PREJUÍZO. Você leu certo sim 85%. Já imaginou você sair na rua sem saber se está de calça ou não? Isso ocorre dentro da empresas quanto elas não tem os controles adequados.

Números e mais números, afinal o que isso significa?

Na reportagem o consultor do SEBRAE diz o seguinte. “O controle da empresa é feito através de números”

Nessa questão é que entra a tecnologia, Planilhas profissionais mudam totalmente a visão do negócio pois propiciam verificarmos o que de fato está ocorrendo dentro da empresa.

Vamos a lista das planilhas que eles preparam.

Planilha 1: Controle de caixa

Saber o que temos em mãos, o que temos à pagar e o que temos à receber  é algo indispensável, mas muitas empresas e profissionais liberais não conseguem ou não sabem como gerenciar isso.

Um único atraso em uma conta a pagar pode levar uma boa parte do lucro do negócio, portanto, faltar dinheiro no caixa pode trazer muitos transtornos.

A Planilha desenvolvida por nós resolve esse problema.

A Planilha do Gerente Empreendedor possui gerenciamento integrado de contas a receber e a pagar. Inlcusive possui um relatório de estimativa de caixa, onde é confrontado o que tem a receber com o que tem a pagar.

Planilha 2: Contas a pagar e a receber

Já falamos acima, mas vou reforçar, saber exatamente quanto tem para pagar e receber é uma tarefa simples com a ferramenta adequada, e na Planilha do Gerente Empreendedor essas funções já estão disponíveis de forma integrada.

Planilha 3. Despesas

Com nossa solução empresarial você tem um controle apurado de tudo o que saí, e para onde vai o dinheiro da empresa. As contas pagas são registradas de forma simples e acompanhadas em relatórios que possibilitam enxergar o fluxo do dinheiro dentro de sua empresa.

Vou lhe fazer duas perguntas! Sua empresa ou negócio tem gastado mais para vender os produtos ou para manter a área administrativa funcionando? Afinal, quais são as suas despesas e os valores gastos com cada uma?

Planilha 4: Vendas

Ter o controle das vendas de forma integrada com o financeiro é algo indispensável, nossa solução também oferece essa integração, mas não somente com o financeiro, a planilha controla o estoque dos produtos. Ou seja, vendeu! Baixa no estoque e sobe o financeiro. Simples, funcional e totalmente automático.

Além é claro do registro de vendas parceladas e a vista.

Planilha 5: Estoque

Nossa solução empresarial tem um controle rígido do estoque, saídas, entradas, perdas e vendas estão interligadas umas com as outras e o saldo final da movimentação dos produtos é gerado a cada movimentação.

Exemplo: Quando o produto chega no estoque basta registrar na planilha sua chegada e o estoque aumenta. Quando o produto é vendido então seu estoque é automaticamente atualizado, o mesmo ocorre com as perdas, basta registrar e tudo está integrado lhe gerando resultados em tempo real.

Planilha 6: Planilha consolidadora

Este documento resume a evolução do empreendimento mês a mês. A análise do trimestre, do semestre e do ano mostra a sazonalidade do negócio entre outras informações importantes.

A Planilha do Gerente Empreendedor possui um relatório gerencial chamado DRE (Demonstração do Resultado do Exercício).

De posse desse relatório o empreendedor (administrador) tem as informações de todo o negócio.
Tudo o que entrou, como entrou (serviços, vendas de produtos, etc.) tudo que saiu (custo dos produtos, manutenção do negócio, etc.), para onde foi o dinheiro (salários, despesas do negócio, investimentos, etc.). E ao final sabe se teve lucro ou prejuízo.

A nossa DRE está integrada ao resto da Planilha, ou seja, ela é gerada em tempo real. Conforme você alimenta a Planilha do Gerente Empreendedor com as vendas e os outros registros financeiros da sua empresa o relatório também é alimentado.

Outra informação importante: A analise da DRE da Planilha do Gerente Empreendedor pode ser realizada por mês, trimestre, semestre ou ano.

Uma informação muito importante.

As planilha que você encontra por aí NÃO funcionam por vários anos, ou seja, a cada ano uma nova planilha deve ser usada separadamente. Isso não ocorre com a nossa solução, pois ela é multi ano.

“Não adianta o empreendedor preencher as planilhas e não saber usá-las. Da análise das informações, ele deve tomar decisões e, principalmente, agir”, complementa Galhardo.

Clique aqui e confira a Planilha do Gerente Empreendedor.

http://exame.abril.com.br/pme/noticias/6-planilhas-indispensaveis-para-o-seu-negocio